Sintomas de depressão e ansiedade em mulheres no período pós-parto

Autores

  • Alisson Junior dos Santos Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG Unidade Passos

Palavras-chave:

Saúde mental, Saúde da mulher, Puerpério, Depressão, Ansiedade.

Resumo

No período que antecede o parto, a mulher fica ansiosa para ter seu bebê. Após o nascimento todas as atenções se voltam para a criança, muitas mulheres não conseguem lidar com essa situação e têm sua saúde mental comprometida. O presente estudo teve como objetivo, levantar sintomas de depressão e de ansiedade entre mulheres no período pós-parto. Trata-se de um estudo de campo, de caráter descritivo e exploratório, realizado nas duas Unidades de Saúde da Família (USF) do município de Jacuí-MG. As participantes da pesquisa foram 42 mulheres que tiveram parto de janeiro a junho de 2017. Foram utilizados como instrumentos de coleta um formulário de perfil, a Escala de Hamilton (Ansiedade) e a Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburg. Após a aplicação da Escala de Hamilton, 10 (23,8%) das entrevistadas apresentaram depressão leve, 06 (14,3%) moderadamente deprimidas e 07 (16,6%) apresentaram-se gravemente deprimidas. Já na Escala de Depressão Pós-Parto de Edimburg, 30 (71%) apresentaram sintomas que podem indicar angústia, 08 (19,5%) indicaram probabilidade de depressão e 04 (9,5%) tiveram sintomas sugestivos de depressão. Conclui-se que as mulheres em situação de puerpério necessitam de uma atenção especial tanto da parte familiar quanto da equipe multiprofissional que assiste à esta população.

Downloads

Publicado

2019-11-28