O Lócus Cerúleo e sua relação com as Doenças Neurodegenerativas

uma revisão da literatura

Autores

  • Guilherme Garcia Galdino
  • Carlos Tostes Guerreiro Faculdade Atenas

Palavras-chave:

Lócus Cerúleo, Norepinefrina, Doenças Neurodegenerativas

Resumo

Humor, atenção e motivação são resultados da complexa rede de atividade nos sistemas neuromoduladores do cérebro. Esses estados psicológicos, mediados por múltiplos circuitos neuroquímicos, exercem profunda influência sobre os processos cognitivos de atenção, percepção e, particularmente, nossa capacidade de recuperar memórias do passado e por meio da incorporação de novos conhecimentos remodelar o complexo mnêmico. Além disso, muitos distúrbios psiquiátricos e neurodegenerativos estão relacionados à disfunção desses sistemas neuromodulatórios. Neurônios do Locus Cerúleo, núcleo do tronco cerebral localizado na porção dorsal superior da protuberância, são uma das principais fontes de noradrenalina, um neuromodulador que tem um papel fundamental em todas as atividades do prosencéfalo. Elucidar os fatores que controlam a atividade desses neurônios e o efeito da noradrenalina nas regiões-alvo é fundamental para entender como o cérebro aloca atenção e apreende o ambiente para selecionar, armazenar e recuperar informações para gerar comportamento adaptativo. O objetivo desta revisão literária é enfatizar a complexidade do Locus Cerúleo além de sua definição primária como um núcleo produtor de norepinefrina. Vários estudos recentes utilizando tecnologias inovadoras destacam como o sistema lócus ceruleus-noradrenalina pode agora ser direcionado com maior precisão e resolução, a fim de entender melhor seu papel na modulação de diversos comportamentos.

 

Downloads

Publicado

2019-11-28