Visualizar Notícias - UniAtenas Passos

Notícias Faculdade Atenas - Passos (MG)

“Conectados com o Professor” traz orientações ao público, com temas variados


O “Outubro Rosa” é o tema de estreia da série de textos nos quais os docentes da Faculdade Atenas-Passos trarão orientações sobre assuntos diversos; a proposta é contribuir, com um canal a mais, para conscientizar a população sobre temas importantes, como a mobilização para o combate ao câncer de mama

O câncer de mama é a doença que mais provoca morte entre as mulheres, nas estatísticas mundiais e também na maioria das regiões brasileiras. Diante desse cenário, a mobilização no mês “Outubro Rosa” se faz fundamental para conscientizar o público feminino sobre a importância de realizar os exames ginecológicos anuais e de adotar hábitos saudáveis.

“A incidência é alta. Acima de 50 mulheres para cada 100 mil terão câncer de mama anualmente”, alerta a Dr.ª Cynara Maria Pereira, médica ginecologista-obstetra e professora da disciplina Interação Comunitária no curso de Medicina da Faculdade Atenas-Passos.

Conforme explica a Dra.Cynara, a doença é causada por fatores genéticos e por fatores ambientais ou comportamentais. Assim, a mulher pode adotar uma nova atitude em relação aos fatores ambientais, que podem ser evitados e que são: 

- Consumo de bebida alcóolica e cigarro
- Excesso de peso 
- Sedentarismo (falta de atividade física)
- Uso prolongado de hormônios (anticoncepcionais e terapia de reposição hormonal) 

“A mulher deve se consultar com o ginecologista anualmente para fazer os exames preventivos, pois somente o exame clínico poderá detectar sinais da doença, que são, principalmente, nódulo endurecido, diferente do que seria um nódulo benigno, secreção ou qualquer outra modificação na estrutura da mama”, recomenda a professora e médica.

Em relação à mamografia, o Ministério da Saúde segue o que preconiza a Organização Mundial de Saúde (OMS), que é a indicação  do exame para mulheres a partir de 50 anos, feito a cada dois anos. Para aquelas que apresentam fatores de alto risco para a doença, o médico especialista fará outras recomendações em relação à frequência e idade para fazer a mamografia.

Um esclarecimento importante feito pela Dra Cynara é que os órgãos públicos de saúde não recomendam mais a realização do autoexame da mama, pois, ao não detectarem algum sinal estranho, muitas mulheres deixaram de comparecer ao ginecologista para os exames clínicos anuais, colocando em risco a sua saúde.

Mas o fato de o autoexame não ser mais indicado não elimina a importância de que a mulher observe a si mesma. “O Outubro Rosa é uma excelente oportunidade para praticarmos o autoconhecimento, que é uma qualidade que vamos utilizar em tudo na vida. Esse é o momento de lembrar a todas nós, mulheres, que devemos nos cuidar sempre!”, enfatiza a Dra Cynara Pereira.

Usamos cookies para analisar suas interações neste site e melhorar a sua experiência de navegação. Ao usar nosso site, entendemos que você está ciente da nossa Política de Privacidade e concorda com o uso de cookies.