Visualizar Notícias - UniAtenas Paracatu

Notícias UniAtenas - Paracatu (MG)

A Enfermagem e as práticas integrativas e complementares em saúde


A assistência de enfermagem vem ampliando seu conceito e abrangência, interagindo com terapias alternativas, avançando para além da forma que conhecemos de cuidar. De modo simples, sem muitos recursos técnicos, podem auxiliar na interação entre o enfermeiro e o cliente, favorecendo um contato humanizado e possibilitando o restabelecimento à saúde mais rápido.
Equilíbrio:
Muito se fala sobre equilíbrio, mas de onde saiu essa ideia? O ser humano está em permanente contato com as forças da Natureza e extrai sua vitalidade desse intercâmbio de forças. Quando ele está em equilíbrio com o Universo, está saudável. As doenças aparecem quando esse equilíbrio se desfaz, gerando energias em conflito com sua natureza. A função do terapeuta é ajudar o indivíduo a manter ou retornar a este estado de equilíbrio, que podemos definir agora como “saúde”.             As práticas complementares:
O campo das Práticas Integrativas e Complementares dispõe de sistemas de cuidados, os quais são também denominados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de Medicina Tradicional e Medicina Complementar/Alternativa (MT/MCA).
 Tais sistemas e recursos envolvem abordagens que buscam estimular os mecanismos naturais de prevenção de agravos e recuperação da saúde por meio de tecnologias eficazes e seguras, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade. Outros pontos compartilhados pelas diversas abordagens contidas nesse campo são a visão ampliada do processo saúde/doença e a promoção global do cuidado humano, especialmente do autocuidado.
Evidências científicas têm mostrado os benefícios do tratamento integrado entre medicina convencional e práticas integrativas e complementares. 
Além disso, há crescente número de profissionais capacitados e habilitados e maior valorização dos conhecimentos tradicionais.
O Terapeuta:
Cada terapeuta é um agente do Universo que serve como intermediário entre as forças da natureza e a pessoa. Quando o paciente está desequilibrado, necessita de uma ajuda externa para retornar ao equilíbrio, que é ministrada pelo terapeuta. É certo que o próprio paciente fará a sua cura, mas o terapeuta é importante para orientar e auxiliar nesse processo. Ele é apenas um coadjuvante que fará a harmonização.
Terapias utilizadas:
Atualmente, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece, de forma integral e gratuita, 29 procedimentos de Práticas Integrativas e Complementares (PICS) à população. Algumas delas são a Acupuntura, Homeopatia, Fitoterapia, Meditação, Reiki, Shantala, Yoga, Terapia de Florais, Quiropraxia, Massoterapia e muitos outros.